Como unir a gestão de um projeto de contabilidade e a tecnologia?

Como unir a gestão de um projeto de contabilidade e a tecnologia?

Para ter sucesso, um projeto de contabilidade precisa lidar com perspectivas de médio e longo prazo. Embora seja possível obter resultados imediatos, ou em curtos períodos de tempo, as ações contábeis envolvem medidas que só podem ser avaliadas conforme passam os exercícios fiscais.

Também é preciso considerar a relevância que os projetos têm dentro das empresas. De acordo com Project Management Institute (PMI), 20% do PIB mundial é gasto nessas iniciativas.

Os números revelam a importância dos projetos como alavanca de crescimento, afinal, empresas que ficam paradas tendem a ser engolidas pelo mercado. Sabemos que não é isso que você deseja para seu negócio, por isso, acompanhe os tópicos a seguir. Você vai saber como usar a tecnologia para dar novo fôlego aos seus projetos.

Definindo a viabilidade de um projeto

O envolvimento contínuo em novos projetos se relaciona com a capacidade da sua empresa de se renovar. Na verdade, é como se cada um deles fosse uma empresa dentro da sua, tendo como principal diferença sua temporalidade. Ou seja, enquanto um negócio pode se perpetuar indefinidamente, baseado em sua missão, visão e valores, projetos têm, necessariamente, começo, meio e fim.

Projetos contábeis não se diferenciam nesse aspecto, embora, como já vimos, envolvam ações que só podem ser avaliadas em longo prazo. É por isso que uma etapa fundamental antes de lançá-los é fazer a análise de viabilidade.

Para isso, a contabilidade será responsável por fazer um reconhecimento da conjuntura externa e interna, a fim de dar um veredicto sobre as reais chances de sucesso de um projeto. Nesse aspecto, os recursos tecnológicos ganham importância, afinal, toda previsão deve se basear em indicadores financeiros.

Fazendo dos números seus melhores aliados

As ferramentas eletrônicas são a melhor alternativa para facilitar a tomada de decisão em projetos que envolvam a contabilidade. Com base em números compilados por softwares de gestão, é possível qualificar projetos de acordo com o que seus dados contábeis mostram.

Por exemplo, se sua empresa tem um projeto para reduzir a carga tributária, vai precisar saber onde está pagando imposto além do que deveria, certo? Para isso, deverá resgatar Balanços Patrimoniais e DREs de anos anteriores e fazer uma varredura de tudo que foi pago.

Seria inviável realizar uma tarefa tão extensa “no braço”, portanto, fica evidente a importância da tecnologia ao poupar enorme esforço em cálculos e na estruturação da informação.

Cruzando dados para prever desdobramentos

Quando se trata de rotinas contábeis, é necessário considerar o ritmo alucinante com que as regras escriturárias e fiscais são atualizadas no Brasil. A burocracia, no final, encarece o processo de apuração dos impostos.

De acordo com um estudo da CNI, a Confederação Nacional da Indústria, o custo tributário brasileiro é exorbitante, chegando ao percentual de 6%. Parece um valor baixo, mas no Reino Unido, esse mesmo custo é de 0,4% e na Austrália, de 1,4%.

Portanto, considerar o impacto que a carga tributária gera para os projetos é imprescindível, o que só pode ser corretamente avaliado com apoio da tecnologia. Sem recursos em TI e sistemas ERP, é humanamente impossível prever as consequências fiscais e tributárias de um projeto de contabilidade.

Como você pôde perceber, contabilidade, projetos e tecnologia caminham lado a lado. Essa tríade é fundamental para a manutenção dos bons resultados e para gerar lucro. Para complementar a leitura, gostaríamos de indicar o artigo em que estabelecemos as diferenças entre contabilidade e gestão financeira. Até a próxima!

AV. N. Srª dos Navegantes, 955 - Sl 720 - ED. Global Tower
Enseada do Suá - Vitória/ES  |  +55 27 3025-6006