Os 4 maiores erros da contabilidade societária e como evitá-los

Os 4 maiores erros da contabilidade societária e como evitá-los

A contabilidade societária surgiu em 2007, com o advento da Lei n° 11.638 e se trata de um conjunto de instruções que define técnicas e critérios que estão em conformidade com regras internacionais e que devem ser seguidas pelar organizações.

Tem como finalidade prestar um serviço característico para empresas constituídas por uma sociedade, diminuir as falhas e garantir a precisão dos processos contábeis.

Além disso, ela analisa a legislação referente à criação das sociedades, instituições que devem ser registradas na Junta Comercial ou que pessoas jurídicas precisam realizar o registro civil, mostrar de forma clara e confiável a situação financeira e econômica por meio do Balanço Patrimonial (BP) e Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), entre outros.

Quer conhecer melhor sobre o assunto, os principais erros cometidos e como evitá-los? Então, continue lendo este texto!

1. Estar desatualizado quanto as alterações da norma

As normas aplicadas à contabilidade societária sofrem constantes modificações e não estar atualizado quanto a isso é um erro grave. Por esse motivo, é essencial que você sinta a necessidade de estar sempre informado e adequado quanto a essas alterações. Você pode fazer isso por meio de cursos de reciclagem, consultas com profissionais capacitados, leituras etc.

2. Não realizar relatórios

A contabilidade societária é um serviço complexo e que requer um grau maior de disciplina e controle e deixar de elaborar relatórios com informações importantes pode se tornar um problema. Por isso, elabore corretamente todos os relatórios e balancetes necessários, relatando o que realmente ocorre financeiramente e operacionalmente na empresa.

3. Deixar de fazer os registros de entrada e saída

Deixar de fazer os registros de entrada e saída impede que a contabilidade retrate a operação do negócio. Portanto, todo pagamento e recebimento devem ser registrados, além disso, ambos devem ter sempre uma justificativa.

4. Não realizar o controle de bens da empresa

Outro ponto importante é quando você deixa de fazer o controle dos bens da empresa. Se a mesma possui bens, esses devem ser devidamente registrados nos livros contábeis (balanço), assim como as suas vendas, caso ocorra.

Importante lembrar que qualquer tipo de irregularidade concernente à falta de controle, pagamento de contas pessoais do sócio com capital da empresa ou vice-versa, vendas realizadas sem notas fiscais, etc invalida completamente as vantagens da contabilidade societária, afinal, sem disciplina financeira ou operacional, ela deixa de cumprir com o seu objetivo.

Além do mais, contar com o auxílio de uma contabilidade consultiva é essencial, por se tratar de profissionais especializados, que têm conhecimento sobre contabilidade em empresas societárias, legislações vigentes, inclusive as que versam sobre constituição de sociedade, modelos de contrato de registros, entre outros e que poderão te orientar nesse processo, além de esclarecer todas as suas dúvidas.

Conseguiu perceber a importância da contabilidade societária para padronizar os processos realizados pelas empresas compostas por uma sociedade? Apesar dos desafios por parte das empresas, contratando um profissional qualificado, essa prática só tende a melhorar os resultados e evita qualquer tipo de problema com o fisco.

Quer gerenciar melhor a parte financeira e operacional da empresa? Então, entre em contato com a gente, conheça nossos serviços e veja como podemos te ajudar!

AV. N. Srª dos Navegantes, 955 - Sl 720 - ED. Global Tower
Enseada do Suá - Vitória/ES  |  +55 27 3025-6006