Qual a importância da gestão fiscal para uma organização?

Qual a importância da gestão fiscal para uma organização?

Existem bons motivos para você levar a sério a importância da gestão fiscal na sua empresa. O primeiro deles é o impacto da carga tributária sobre elas. O segundo é a legislação fiscal, que faz com que a incidência dos tributos aconteça de maneira desigual entre os diferentes estados brasileiros.

Além disso, essa legislação fiscal costuma ser constantemente alterada, de acordo com interesses e disputas políticas.

É por isso que você deve evitar erros comuns na gestão tributária das empresas. Quer saber quais são os principais entre eles? Então confira.

Não fazer um bom planejamento tributário

Sem um planejamento para lidar com a incidência de tributos de forma a torná-la mais amena para sua empresa, dificilmente você terá condições de lidar tanto com a densidade de tributos, quanto com o cumprimento das obrigações burocráticas.

Muitas empresas abrem mão desse investimento por julgarem que é um gasto elevado demais para a natureza de seu empreendimento. Trata-se de um erro grave.

Investir em planejamento tributário é a melhor maneira de fazer com que sua companhia se organize para economizar com tributos e se aproveitar de oportunidades como os incentivos fiscais.

Escolher erroneamente o regime tributário

Uma das ações mais importantes do planejamento tributário é o enquadramento tributário. Ela é a definição do regime sob o qual o cálculo dos tributos da empresa será feito. Quando é realizada de maneira errada, a empresa pode pagar caro com custos desnecessários.

A melhor maneira de identificar o enquadramento ideal é estimando os resultados da empresa dentro de cada modalidade disponível, no caso, o Simples Nacional, o Lucro Real, o Lucro Presumido e o Lucro Arbitrado.

Essa estimativa precisa ser feita de maneira criteriosa, por pessoas que conhecem as peculiaridades de cada regime, bem como elementos como atividade e faturamento da empresa.

Não ter uma assessoria contábil

É importante garantir segurança para os procedimentos adotados na empresa. Nesse caso, abrir mão de uma assessoria contábil, mesmo para que esse serviço ajude somente a conferir se as práticas estão em ordem, é um dos grandes erros cometidos pelas organizações.

Um serviço de assessoria contábil permite que até mesmo empresas pequenas e médias, que não têm recursos para montar uma equipe contábil própria ou terceirizar esse serviço, consigam diminuir a incidência de erros e evitar problemas legais.

Deixar de fazer esse tipo de investimento representa um erro que pode comprometer gravemente o futuro de sua empresa.

Não entregar as obrigações acessórias

Questões como a devida gestão de notas fiscais e o controle de estoque precisam ser corretamente gerenciadas para que a empresa evite problemas.

É que a legislação brasileira estabelece uma série de obrigações acessórias que, muitas vezes, são negligenciadas pelos gestores.

Entretanto, é necessário ter critérios para lidar com obrigações como a Escrituração Fiscal Digital (EFD), a Declaração de Débitos e Créditos (DCTF) e a EFD-Contribuições, por exemplo.

Uma alternativa para isso é contar com soluções como o uso de sistemas de gestão.

Entendeu a importância da gestão fiscal? Para saber mais, acompanhe nossas páginas nas redes sociais: conheça o nosso Facebook e o nosso LinkedIn!

AV. N. Srª dos Navegantes, 955 - Sl 720 - ED. Global Tower
Enseada do Suá - Vitória/ES  |  +55 27 3025-6006