Entenda qual a diferença entre lucratividade e rentabilidade

Entenda qual a diferença entre lucratividade e rentabilidade

Lucratividade e rentabilidade são duas grandezas que se relacionam no contexto de empresas movidas pelo lucro. Parecem até a mesma coisa, mas do ponto de vista da gestão são conceitos completamente distintos.

Não são raros os casos em que os gestores enfrentam dificuldades em identificar gargalos de produção justamente por não diferenciarem uma coisa da outra.

Conforme veremos a seguir, não é nada difícil separar essas métricas. Uma vez que se saiba o que elas representam, será mais fácil orientar decisões visando às melhorias operacionais. Acompanhe o artigo até o final — ao término da leitura, você estará preparado para direcionar melhor o seu negócio.

Importância de diferenciar lucratividade e rentabilidade

Definir claramente o que é custo e despesa é importante para garantir balanço patrimonial positivo. Da mesma forma, estabelecer claramente as diferenças entre o que é rentável e o que é lucrativo é essencial.

Geralmente, os conceitos são confundidos porque ambos consideram, no cálculo, um componente comum, o lucro líquido. Ou seja, lucratividade e rentabilidade se relacionam diretamente com o lucro, mas são formas distintas de medir o retorno proporcionado pelas operações.

Gestores que buscam melhorar os resultados de suas vendas devem, primeiramente, investir o capital necessário visando ao retorno, que vai corresponder à rentabilidade.

Após a apuração das receitas e despesas geradas pelas operações comerciais, será o momento de aferir o quanto sobrou. A diferença entre o custo das operações e o lucro bruto corresponde, portanto, à lucratividade.

Cálculo da lucratividade

As operações de venda não acontecem sem um necessário custo, na forma de infraestrutura, matérias-primas, impostos e mão de obra. Um percentual do que é arrecadado com as vendas deve ser destinado a pagar tudo o que se gasta para colocar uma mercadoria em condições de ser comprada.

Nesse sentido, temos a lucratividade como métrica para saber quanto se ganhou com a venda de um produto ou serviço. A fórmula usada para o seu cálculo é bastante simples:

Lucratividade = (lucro líquido/receita bruta) x 100

Vamos supor que uma mercadoria seja vendida a R$ 50,00. Desse valor, R$ 10,00 são destinados ao pagamento de impostos, R$ 5,00 para mão de obra e outros R$ 5,00 pagam fornecedores. Portanto, o lucro sobre cada unidade é de R$ 30,00.

Supondo que ao longo do mês sejam vendidas 100 peças, temos como receita bruta o valor de R$ 5.000,00.

Lucratividade = 3000/5000 x 100 = 60%

Cálculo da rentabilidade

Calcular a rentabilidade é fundamental, uma vez que alta lucratividade não significa, necessariamente, que o dinheiro investido foi plenamente recuperado. É possível, por exemplo, que as vendas de um produto em dado período apresentem lucratividade alta, mas se confrontamos com o valor investido pode ser que o resultado não seja positivo.

É o caso de negócios que lidam com sazonalidades. Para serem considerados lucrativos, os percentuais deverão ser muito altos, assim como a rentabilidade, tendo em vista os períodos de menor volume nas vendas.

Empresas com resultados mais regulares, por sua vez, podem operar com menos rentabilidade, uma vez que a constância na lucratividade garante receitas por mais tempo.

A rentabilidade pode ser considerada um dado estratégico, pois deve ser avaliada em função do quanto um valor investido proporcionou de retorno. Vamos exemplificar supondo que foram investidos R$ 800,00 em um mês. Considerando os números citados anteriormente, a fórmula para o cálculo é a seguinte:

Rentabilidade = (lucro líquido/investimento) x 100

Rentabilidade = 3000/800 x 100

Rentabilidade = 375%

Significa que, para cada R$ 100,00 investidos foi gerado retorno de R$275,00. Este seria um investimento com alta rentabilidade. Para ser considerado rentável, o resultado desse cálculo, portanto, deve ser superior a 100. Valores abaixo disso significam que não houve retorno. Logo, a rentabilidade é negativa.

Tomar decisões considerando sempre as diferenças entre lucratividade e rentabilidade é fundamental para resultados mais consistentes. Em ambos os cálculos entra o lucro líquido, mas, como se pode perceber, os seus resultados revelam dados completamente distintos.

Você se interessou pelo tema? Que tal aprofundar-se no assunto e ampliar os seus conhecimentos? Baixe agora mesmo o e-book contendo os mandamentos para um balanço contábil e dê adeus à falta de controle!

AV. N. Srª dos Navegantes, 955 - Sl 720 - ED. Global Tower
Enseada do Suá - Vitória/ES  |  +55 27 3025-6006